Rádio Alternativa 21

First Breath After Coma: “Heavy” antecipa “NU”, um disco que será também filme

O filme será visto na sua totalidade em Festivais de Cinema, depois da edição do disco “NU” em março do mesmo ano.

Depois da nomeação para melhor álbum independente europeu com “Drifter” (2016), os First Breath After Coma apresentam o single “Heavy“, canção e cena de lançamento do novo disco e filme “NU“, a ser editado a 1 de março de 2019.

O teledisco é lançado a 14 de dezembro, no mesmo dia em que a banda anuncia as primeiras 25 datas (3 das quais em Portugal) de apresentação de “NU”.

O primeiro single e cena, “Heavy“, não é o começo nem ponto de partida de “NU“, mas é a primeira e a melhor pista que os First Breath After Coma podem mostrar para introduzir todo o conceito metafórico e labiríntico do universo deste novo disco/filme.

NU” (palavra em portuguesa com uma dicção muito semelhante à palavra inglesa para novo: “new”) é uma peça audiovisual onde os First Breath After Coma e os Casota Collective ( um coletivo de produção de vídeo da própria banda) constroem uma história através do som e da imagem, explorando novas formas de tradução de emoções e de experiências, da música para o ecrã.

Segundo a banda, “‘NU’ começou como um álbum musical conceptual, mas rapidamente nos apercebermos que o próprio conceito de álbum precisa de uma reinvenção, de ser atualizado”.

Ao invés de fazer um soundtrack ou uma banda-sonora para um filme, os First Breath After Coma fizeram o contrário e traduziram as histórias das suas canções e do seu disco em imagens. “NU” é apenas isso. Sem narrador, nem diálogos. O som do filme é o álbum, cada cena é uma canção, e o conjunto das cenas é “NU”. O álbum é um filme de 40 minutos. A duração de um vinil. A duração de uma série televisiva.

Lançando 3 vídeos antes da edição do álbum, o filme, que conta com o ator Rui Paixão como protagonista, será visto na sua totalidade em Festivais de Cinema, depois da edição do disco “NU” em março do mesmo ano.

NU” é um disco com a chancela da Omnichord Records e é editado em CD, Vinil e digital a 1 de março de 2019.

Mais vistos